quarta-feira, 30 de abril de 2014

Coisas simples assim...

Fronha



Tenho aprendido com o tempo que a felicidade vibra na frequência das coisas mais simples. Que o que amacia a vida, acende o riso, convida a alma pra brincar, são essas imensas coisas pequeninas bordadas com fios de luz no tecido áspero do cotidiano. 
Como o toque bom do sol quando pousa na pele. O café da manhã com pão quentinho e sonho compartilhado. A lua quando o olhar é grande. A doçura contente de um cafuné sem pressa. Os instantes em que repousamos os olhos em olhos amados. O poema que parece que fomos nós que escrevemos. A força da areia molhada sob os pés descalços. O sono relaxado que põe tudo pra dormir.  A música que nos faz subir de oitava. A delicadeza desenhada de improviso. O banho bom que reinventa o corpo. O cheiro de terra. O cheiro de chuva. O cheiro do tempero do feijão da infância. O cheiro de quem se gosta. O acorde daquela risada que acorda tudo na gente. 
Essas coisas. Outras coisas. Todas, simples assim.
Ana Jácomo

3 comentários:

  1. Bom Dia querida.
    Que fronha linda, com essa dá pra literalmente contar carneirinhos e sonhar com anjinhos.
    Beijinh♥ carinhoso
    Raquel Fraga

    ResponderExcluir
  2. Essa ovelhinha é muito linda!!!
    Já bordei ela na cor rosa...
    Parabéns pelo trabalho!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Fernanda, eu adoro seus posts. Lindos trabalhos com textos inspiradores.
    Esse está especial! Que seu feriado seja maravilhoso. Bjs

    ResponderExcluir

Obrigada por ter vindo e ter deixado sua marca aqui no meu coração...♥